LITORAL NORTEUbatuba

FePET: Festival de Pequenos Espaços Teatrais acontece em Ubatuba

Festival acontece de 10 a 20 de outubro com a temática: Arte, Contaminação e Luta contra Intolerâncias – 100 anos do

nascimento da Bauhaus (1919 – 2019)

O FePET – Festival de Pequenos Espaços Teatrais é um evento independente de teatro gratuito realizado desde 2016 na cidade de Ubatuba. Nascido da necessidade de fomentar o intercâmbio cultural na cidade, o evento surge com a proposta de implementar ações direcionadas a estimular o contato do público com a arte, bem como desenvolver e aprimorar os grupos e a produção artística local. Um festival produzido em Ubatuba, por artistas locais e para o público do município, esta é a essência do FePET.

O 4º FePET acontece entre os dias 10 e 20 de Outubro e conta com 16 grupos que farão 15 apresentações em 12 espaços distribuídos por 10 bairros. Além disso, realizará a palestra “A Escola Bauhaus e suas heranças”, na Biblioteca Municipal.

Segundo Vitorio Colacchio, idealizador do projeto, a cada ano o festival aumenta o raio de atuação e efetiva a ideia de levar teatro para toda a cidade de forma simples e com baixo custo. “É importante ressaltar que desde 2018 a FundArt patrocina e apoia as ações do FePET e, por este motivo, viabiliza a remuneração dos artistas envolvidos no festival. Este é um ponto fundamental para concretizarmos os objetivos de qualidade e crescimento do evento, além de firmar o completo respeito e incentivo para o desenvolvimento profissional dos artistas locais” completa Vitorio.

O 4º FePET é uma realização da Officina ArtAud, Produções AgoráArte, FundArt e Prefeitura Municipal de Ubatuba, com patrocínio da Wizard, Incorporadora Saint Martin e apoio da Pizzaria São Paulo, Mercado Top Stop, Virô Produção, Associação Comercial Ubatuba e Gelateria São Paulo.

Arte, Contaminação e Luta contra Intolerâncias – 100 anos do nascimento da Bauhaus (1919 – 2019)

O tema escolhido para este ano – Arte, Contaminação e Luta contra Intolerâncias – 100 anos do nascimento da Bauhaus (1919 – 2019) – enaltece a escola que estimulou a reunificação do ser humano complexo, resgatando a sensibilidade e completude do artista e não só a técnica, a teoria e a especialização. Para Vitorio, “arte é sempre uma expressão política, então desejamos contemplar o público com apresentações que manifestem a necessidade cada vez mais urgente de explorar e ampliar os diálogos acerca das intolerâncias”.

Comment here